Para responder às necessidades de um número crescente de famílias em situação de carência, devido à atual  pandemia, a Câmara Municipal de Sesimbra montou dois pólos de distribuição de cabazes alimentares de emergência, em articulação com o Centro Paroquial do Castelo, em Sesimbra, e com o Grupo de Voluntariado Encontra a Esperança, na Quinta do Conde.

Uma medida que reforça o trabalho já efetuado pelas IPSS do concelho na distribuição de bens alimentares essenciais ao longo do ano (cerca de 500 cabazes), no âmbito da rede de apoio alimentar que tem a autarquia como parceiro.

Atualmente já ascendem a cerca de 150 os agregados familiares e idosos isolados que estão a beneficiar deste apoio extraordinário.

Os produtos que constituem os cabazes alimentares são adquiridos pela autarquia, são oferecidos por produtores, comerciantes e particulares do concelho, ou provenientes do Banco Alimentar Contra a Fome.

As doações de padarias, talhos ou mercearias locais têm sido particularmente importantes, pois têm permitido incluir carne, pão e legumes frescos nos cabazes entregues.

Estão também a ser incluídos produtos de higiene pessoal e doméstica, recolhidos através de uma campanha a decorrer nos minimercados e grandes superfícies do concelho, dinamizada pelas juntas freguesia.

«Já distribuíamos cerca de 500 cabazes mensais a famílias carenciadas, antes desta crise. O número de pedidos aumentou e, neste momento, tem sido garantido o apoio às famílias e aos idosos isolados que o têm solicitado», reforça a vereadora com o pelouro da Ação Social, Felícia Costa.

Em Sesimbra este apoio extraordinário é feito com a colaboração do Centro Paroquial do Castelo, onde está instalado o pólo de distribuição que permite dar resposta às 109 famílias que estão em situação de carência no decurso da atual  pandemia. «Apoio que vamos acrescentar às 162 famílias a quem o Centro Paroquial do Castelo já entrega cabazes ao longo do ano», reforça André Brazinha, Diretor de Serviços do Centro Paroquial do Castelo.

Funcionários do Centro Paroquial, Câmara Municipal, Junta de Freguesia do Castelo e voluntários asseguram a logística da preparação e distribuição de cabazes que vão chegar às cerca de 300 pessoas que agora precisam deste apoio social extraordinário.

O Centro Paroquial tem ainda recebido donativos de alguns particulares, nomeadamente de cidadãos franceses e italianos radicados em Sesimbra, para aquisição de bens essenciais a incluir nos cabazes.

Na Quinta do Conde, o Grupo de Voluntariado Encontra a Esperança está a assegurar o pólo de distribuição a mais de 100 famílias (entre as anteriormente apoiadas e novos casos que recebem este apoio extraordinário).

Uma resposta «só possível com o trabalho em rede», refere Carlos Costa, coordenador deste grupo, que conta com o apoio do serviço de Ação Social da autarquia na preparação e entrega dos cabazes na Igreja Nossa Senhora da Esperança.

Alguns dos cabazes estão também a ser entregues ao domicílio, por equipas da autarquia, da Junta de Freguesia do Castelo e das IPSS envolvidas, evitando que as pessoas, algumas idosas ou com problemas de saúde, tenham que sair de casa para receber os seus bens essenciais.

A autarquia está ainda a entregar ao domicílio, diariamente, 324 refeições escolares a 113 famílias carenciadas que têm crianças a frequentar os estabelecimentos de ensino do concelho.

Gostava de contribuir com bens/donativos ou precisa de apoio?
Contacte-nos!

  • Linha de Apoio Social (gratuita)
    Câmara Municipal de Sesimbra
    Tel.: 932003027
    Dias úteis, das 9h30 às 17 horas
  • Centro Paroquial do Castelo
    Sesimbra
    Tel.: 21 268 1031
    geral@cpcastelo.pt
  • Grupo de Voluntariado Encontra a Esperança
    Quinta do Conde
    Tel.: 967011324
    encontra.a.esperanca@gmail.com