Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C
Início

Revolução nos transportes públicos e na mobilidade sustentável

 limpo navegante 2transportes 1 1024 2500

_INFOGRAtRANSPORTES_RGB
A mobilidade é, hoje, um dos pilares da qualidade de vida. Depois da criação do passe único para todos os transportes da Área Metropolitana de Lisboa, em 2019, e da melhoria das acessibilidades às paragens de autocarros nas principais vias do concelho, surge, em 2021 uma nova etapa para fomentar o uso do transporte público, tornando as deslocações mais sustentáveis.

Com a entrada em funcionamento pleno da Carris Metropolitana, marca criada pela Área Metropolitana de Lisboa (AML), prevista para o início de 2022, o concelho de Sesimbra vai ver aumentada em 59 por cento a frequência de transporte público rodoviário e passar a contar com mais 8 carreiras e novas ligações em carreiras existentes. A Carris Metropolitana é comparticipada pelos 18 municípios que compõem a AML, entre os quais Sesimbra, que contribui com um investimento anual de um milhão de euros do orçamento municipal para este ambicioso projeto de mobilidade e sustentabilidade ambiental.

Atualmente, há em Sesimbra 22 carreiras, 13 a circular no concelho e 9 que fazem ligação a concelhos da AML. Estas carreiras representam 430 horários. No novo modelo de transportes haverá um acréscimo de 8 novos percursos, 2 internos e 6 com ligação intermunicipal e mais 253 horários, que correspondem às novas carreiras e ao reforço das existentes. No total passará a haver 30 carreiras, 15 internas e 15 para outros concelhos e a frequência sobe para 683.

Das carreiras internas, destaca-se o reforço da ligação entre Sesimbra e a Quinta do Conde, que praticamente triplica a frequência reduzindo a distância entre estas duas localidades e promovendo a coesão territorial do município. Das novas carreiras para fora do território salienta-se o reforço das ligações às estações ferroviárias de Penalva, Fogueteiro e Corroios, quando antes existiam apenas ligações às estações de Coina e Foros de Amora. Neste caso, a frequência passa dos atuais 187 horários para 481, acréscimo que confirma a lógica intermodal desta rede. As cidades de Setúbal, Barreiro e Lisboa são também abrangidas pelas carreiras intermunicipais com saída de Sesimbra e da Quinta do Conde.

A definição da rede de transporte teve por base um levantamento exaustivo das necessidades. O papel da autarquia foi fundamental para este aumento do número de carreiras bem como para o alargamento da rede de transporte público rodoviário no município. A frota será completamente renovada e terá a mesma imagem em toda a Área Metropolitana. No final de 2021, a idade média das viaturas no concelho será de 11 meses, muito longe do que acontece atualmente.

Com este aumento de oferta e a melhoria do conforto ficam reunidas condições para que os cidadãos façam uma transição para modos de deslocação mais sustentáveis, libertando, ao mesmo tempo, o espaço público atualmente sobrecarregado pelo transporte individual. O trabalho para melhorar esta grande rede de transporte continuará, depois de 2021, com outras metas, como a melhoria da informação aos utentes ou do conforto nos locais de espera, terminais e paragens, num processo de melhoria contínua.

2020/12/15

Município de Sesimbra © 2015-2020 | Todos os direitos reservados