Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Arquivo Municipal de Sesimbra

O fundo da santa casa da mi 1 1024 2500
Quintas

VISITAS GUIADAS

A fundação da Santa Casa da Misericórdia de Sesimbra remonta ao princípio do século XVI. À semelhança das restantes Misericórdias, a instituição de Sesimbra começou por ser uma associação de leigos responsáveis pela fundação e administração de hospitais, pelo acompanhamento e assistência aos doentes, enterro de mortos, ajuda aos mais pobres, aos presos e aos condenados à morte.

O Fundo Documental da Santa Casa da Misericórdia de Sesimbra (FSCMS) encontra-se em regime de depósito à guarda do Arquivo Municipal desde 2001. Nesse período estabeleceu-se um protocolo entre a autarquia e a Santa Casa de Misericórdia de Sesimbra, válido por 50 anos, automaticamente renovável por igual período. O fundo, datado de 1554 a 1977, é de valor histórico e grande diversidade documental, de entre os quais se destacam: cartas de posse, termos de eleição, correspondência, livros de contas, documentos relativos a penhoras, foros, testamentos, certidões, escrituras de aforamentos e de enfiteutação, registos de óbitos, a relação de expostos, apoio a donzelas, livros religiosos (missais, cânticos), periódicos e sentenças. Pela sua importância, contendo informação única e inédita, o FSCMS foi inventariado, organizado e acondicionado de modo a perdurar para as próximas gerações, após a integração no arquivo municipal, foi realizado um catálogo, disponível na sala de leitura do serviço, e na página da autarquia, para promover a divulgação e o estudo histórico/cultural deste1.

Recentemente avaliados, verificou-se que 76 documentos2 estavam em mau estado de conservaçãoe como tal careciam de uma intervenção de conservação e restauro, com caráter de urgência. O levantamento do estado de conservação teve início em junho de 2018 observando-se uma grande variedade de problemas, desde a presença de fungos, degradação das tintas e fragilidade causada por queimaduras de incêndio, por contacto com humidade ou simplesmente por mau acondicionamento e manuseamento resultantes de séculos de vivência. Esta análise cuidadosamente documentada e registada fotograficamente serve de prova e de memória descritiva futura de cada documento, assim como de base para estabelecer um correto tratamento. A intervenção de conservação e restauro principiou no final de agosto de 2018, estando até ao momento dez documentos concluídos. Os restantes encontram-se em fase de diagnóstico e/ou intervenção, sendo todo o processo levado a cabo por uma técnica especializada no Arquivo Municipal de Sesimbra. Prevê-se que os trabalhos de conservação e restauro do FSCMS venham a estar concluídos no final de 2019. Ao conservar e restaurar este fundo, o objetivo é conceder alguma estabilidade física, melhorar a leitura e permitir a segura manipulação da documentação ao ser cedido para consulta, o que para muitos documentos é de momento impossível sob grave risco de perda de informação. A conservação e restauro deste fundo pretende assim, permitir a sua fruição plena por parte de toda a comunidade, ajudando a preservar a história local, especificamente de uma instituição tão importante como foi e continua a ser em Sesimbra a Santa Casa da Misericórdia.

  1. Ver inventário
  2. O fundo tem um total de 395 documentos classificados como peça, maço e livro

Local: Arquivo Municipal de Sesimbra

01 Fevereiro a 31 Dezembro 2019
A decorrer
Adicionar a calendário 2019-02-01 16:54:00 2019-12-31 16:54:00 Europe/Lisbon Arquivo Municipal de Sesimbra Evento

Município de Sesimbra © 2015-2018 | Todos os direitos reservados