Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Prossegue a construção de percursos pedonais

Pamus santana 1 1024 2500

Na freguesia do Castelo prossegue a construção de percursos pedonais no âmbito da candidatura ao Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS). O objetivo é criar uma rede que incentive e facilite a deslocação, a pé entre zonas de equipamentos, comércios e serviços, promovendo a designada mobilidade suave, e reduzindo o recurso a viatura particular, com benefícios para o ambiente.

Uma das obras mais complexas e importantes deste conjunto decorre junto à Moagem de Sampaio, na EN379, onde foi derrubado o muro e escavado o talude para construção de uma solução em rampa entre a via e a parte superior do terreno da Moagem, contornando depois o edifício. Esta solução permite a circulação de pessoas com mobilidade condicionada, e está enquadrada no arranjo da envolvente ao novo Palácio de Justiça, que surgirá em breve no local. O objetivo é ligar este percurso ao troço que está a ser construído entre a zona comercial e a Avenida João Paulo II, que por sua vez dará acesso a Santana e à Cotovia.

Para além de melhorar as ligações entre a malha urbana, a zona comercial e a Moagem de Sampaio, estas intervenções complementarão as já efetuadas na EN379, na Rua dos Casais Ricos, e na Avenida D. Manuel Martins, o que criará um percurso praticamente contínuo entre Santana, os estabelecimentos de ensino, e o Parque Augusto Pólvora.

A Câmara Municipal está ainda a melhorar as ligações pedonais ao longo da Avenida 25 de Abril, entre a rotunda da Corredoura e o Espaço Zambujal, onde foi necessário demolir uma parte do talude para construir um muro de contenção de terras e o passeio. Devido a esta intervenção, que ocupa uma das faixas de rodagem, o trânsito processa-se de forma alternada, com recurso a semáforos.

Ainda no âmbito do PAMUS, mas na freguesia de Santiago, está prestes a iniciar-se a construção de um troço entre a paragem de autocarros, na Avenida Costa Azul, e a Avenida da Liberdade. Este passeio fará, posteriormente, a ligação à mata da Vila Amália, no âmbito do projeto de requalificação desta zona verde.

As intervenções, orçadas em cerca de 525 mil euros, juntam-se aos projetos Almoinha-Santana, concluído recentemente, e Alfarim-Caixas, em conclusão, que melhoraram de forma substancial as ligações entre estas localidades.

Importa referir ainda que, para além dos passeios, a Câmara Municipal está também a reformular as condutas e ramais domiciliários de água, nos projetos do PAMUS que estão em curso na freguesia do Castelo. Neste caso, o investimento ronda os 150 mil euros, pago pelo orçamento municipal.

2020/01/23

Município de Sesimbra © 2015-2020 | Todos os direitos reservados