Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Arquivos Familiares

FFL - Fundo da Família Lopes

arquivo-famlia-lopes

Este fundo foi confiado ao Arquivo Municipal de Sesimbra em 2008 a título de empréstimo em regime de transferência de suporte. Ficou à guarda do arquivo. A documentação em suporte digital, sendo devolvida à família a documentação original. A documentação chegou ao arquivo por meio de vários membros da família Lopes, nomeadamente, pela Dra. Inês Lopes, filha do Eng.º Carlos Manuel Gouveia Lopes, da Dra. Margarida Lopes, filha da Dra. Alzira Lopes e da Sra. Madalena Lopes, filha do Dr. Vergílio Lopes.

O protocolo foi assinado pelo representante da família Lopes, o Eng.º Carlos Manuel Gouveia Lopes, a 16 de junho de 2014. Este fundo foi tratado arquivisticamente tendo em conta o princípio da proveniência (segundo o qual devemos respeitar a autonomia de cada núcleo, não misturando os seus documentos com os de outro) e o princípio do respeito pela ordem original (os arquivos de uma mesma proveniência devem conservar a organização estabelecida a fim de se preservar as relações entre os documentos como testemunho do funcionamento da entidade produtora).12Fonte de informação: ISAD(G): Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística: adoptada pelo Comité de Normas de Descrição, Estocolmo: Suécia, 19-22 de Setembro de 1999/ Conselho Internacional de Arquivos; trad. Grupo de Trabalho para a Normalização da Descrição em Arquivo.- 2ª ed. Lisboa: Instituto dos Arquivos Nacionais/ Torre do Tombo, 2002.- 97 p.; 30 cm

O fundo , estruturado e organizado em caixas desacidificadas, foi alvo de higienização e digitalização por empresa especializada e algumas peças foram alvo de intervenções de conservação e restauro.

É composto por 78 livros, 246 peças, 55 fotografias, 93 recortes de imprensa, 88 publicações periódicas, 230 fotografias, 1 bobine super 8 e postais.

O acervo estende-se por um período cronológico entre 1859 e 1992 e ocupa 0,11 metros lineares, 500 GB em disco externo.

  • Secções e séries

    SC Caixa 1 (1860/1963)
    • SR Farmácia Lopes
    • SR Associação de Socorros Mútuos Montepio Artístico Cezimbrense
    • SR Bombeiros Voluntários de Cezimbra
    • SR Catálogos e guias de exposição
    • SR Clube Naval
    • SR Grémio Cezimbrense
    • SR Liga dos amigos do castelo
    • SR Publicações periódicas
    • SR Sesimbra
    SC Caixa 2 (1871/1933)
    • SR Associação de Socorros Mútuos Montepio Artístico Cezimbrense
    SC Caixa 3 (1899/1915)
    • SR Associação de Socorros Mútuos Montepio Artístico Cezimbrense
    SC Caixa 4 (1952/1971)
    • SR Bombeiros Voluntários de Sesimbra
    • SR Clube Naval de Sesimbra
    • SR Clube Sesimbrense
    • SR Publicações periódicas
    SC Caixa 5 (1904/196?)
    • SR Bombeiros Voluntários de Sesimbra
    • SSR Correspondência recebida/expedida
    • SR Clube Sesimbrense
    • SR Publicações periódicas
    SC Caixa 6 (1923/1956)
    • SR Associação de Socorros Mútuos Montepio Artístico Cezimbrense
    • SR Câmara Municipal de Sesimbra
    • SR Sesimbra
    • SR Publicações periódicas
    SC Caixa 7 (1937/1972)
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Convento da Arrábida
    • SR Correspondência recebida/expedida
    • SR Prospetos
    • SR Publicações periódicas
    • SR Turismo
    SC Caixa 8 (1920/1972)
    • SR Convites
    • SR Correspondência recebida/expedida
    • SR Governo Civil de Setúbal
    • SR Prospetos
    • SR Publicações periódicas
    • SR Tribunal de Contas
    SC Caixa 9 (1941/1968)
    • SR Câmara Municipal de Sesimbra
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Sociedade Musical Sesimbrense
    SC Caixa Farmácia (1887/1944)
    • SR Diplomas
    • SR Farmácia
    SC Caixa Fotos (1892/1972)
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Postais
    • SR Publicações periódicas
    SC Caixa Pessoal (1920/1971)
    • SR Atestados
    • SR Bombeiros Voluntários de Sesimbra
    • SR Cadernetas e cartões
    • SR Certidões
    • SR Educação e ensino
    • SR Farmácia
    • SR Publicações periódicas
    • SR Serviço militar
    SC Dossier de mangas plásticas (1893/1990)
    • SR Boletim de nascimento
    • SR Câmara Municipal de Sesimbra
    • SR Certidão de casamento
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Cooperativa de Consumo Cezimbrense
    • SR Correspondência recebida/expedida
    • SR Educação e ensino
    • SR Publicações periódicas
    SC Portfólio Grená (1878/1978)
    • SR Associação de Socorros Mútuos
    • SR Associação Industrial Portuguesa
    • SR Bombeiros Voluntários de Sesimbra
    • SR Centro Farmacêutico Portuguez
    • SR Clube Sesimbrense
    • SR Cruz Vermelha Portugueza
    • SR Educação e ensino
    • SR Funções públicas
    • SR Grupo Desportivo de Sesimbra
    • SR Instituto de Socorros a Náufragos
    • SR Posters
    • SR Sindicato Nacional dos Farmacêuticos
    • SR Sociedade Musical Sesimbrense
    • SR Sociedade Odontológica Portuguesa
    • SR Sociedade Pharmaceutica Lusitana
    • SR Sociedade Protectora dos Animaes
    SC Virgílio Particular (1946/1969)
    • SR Club Naval
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Publicações periódicas
    • SR Versos cantados
    SC Amélia Lopes (1923/1992)
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Correspondência recebida/expedida
    • SR Publicações periódicas
    SC Filmes (1966/196?)
    • SR Igreja Paroquial de Sesimbra
    • SR Vídeo familiar
    SC Pasta preta (s/data)
    • SR Coleção fotográfica
    • SR Maçonaria
    SC Pasta amarela-Relatórios (1859/1921)
    • SR Alvarás
    • SR Circular
    • SR Estatutos da Associação de Socorros Mútuos
    • SR Instruções do Governo Civil do Districto de Lisboa
    • SR Regulamento interno da Associação de Socorros Mútuos
    • SR Relatórios e contas; SR Tesouraria

     

FCMES - Fundo Casa Mesquita

Este fundo foi confiado ao Arquivo Municipal de Sesimbra em 2019 através de um protocolo em regime de depósito. O protocolo foi assinado pelos administradores que representam a Casa da Mesquita SA, Francisco Caupers de Sousa Alvim e Pedro Tomás Caupers de Sousa Alvim, em 29 de abril de 2019. Integra documentação do século XV ao século XX em pergaminho, papel, películas fotográficas, negativos de vidro.

O fundo é constituído, maioritariamente, por documentação de carácter pessoal e patrimonial: correspondência recebida/expedida (1817-1957); documentos sobre viagens familiares (1935-1961); assuntos relacionados com livros de genealogia; apontamentos; documentação relativa à "gestão patrimonial - administração de propriedades"; recibos; faturas; escrituras de aforamentos (1701); foros (1820-1844); treslados de cartas de venda (1685-1752); escritura de venda de trigo (1701-1713); escritura de vinho (1529-1831); vendas de pinheiros (1921-1922); minas de gesso (1709?); acções de minas da Tapada, acções de fiação e lã; ações de tintoraria (1867-1888); escrituras dos bens em Sesimbra (1616-1656); títulos de casas de Sesimbra, escritos de arrendamento; títulos de propriedades e rendas (1607-1756); certidões e cédulas (1841); fotografias; postais e negativos de vidro (da família Alvim, Santa Marta, Caupers e Anjos).

A documentação é relativa a diversas propriedades da Casa da Mesquita situadas em Sesimbra; Santana; Santarém; Montemor-o-Novo e Lisboa. Contempla um conjunto de periódicos do século XIX a XX, de destacar: Purche Journal (satírico); L´Illustrazione Italiana; The Illustrated London News; La Locomotion Automobile; The Sphere; The Connoisseur; Flama; Daily Sketch; Le Figaro; The Star.

Este fundo não foi alvo de tratamento arquivístico.

Ocupa em depósito cerca de 8 metros lineares.

FFZN - Fundo da Família Zegre Neto

fundo-zegre-neto

Este fundo foi confiado ao Arquivo Municipal de Sesimbra em junho de 2019 a título de empréstimo em regime de transferência de suporte. Ficaram à guarda do arquivo as fotografias em suporte digital, sendo devolvida à família as fotografias originais. A documentação chegou ao arquivo por meio dos filhos do Sr. Alberto Xavier Zegre Neto, tetranetos do Sr. Xavier da Silva Neto, os mais antigos banheiros de Sesimbra. A família Zegre Neto teve um papel importante em duas atividades económicas emblemáticas de Sesimbra, como banheiros e como industriais conserveiros.

A empresa de banhos começou em 1860, com o tetravô de Conceição Pólvora, Ana Neto e Alberto Manuel Neto.

A representante da família Zegre Neto é a D. Maria Manuel Neto, esposa/viúva do Sr Alberto Zegre Neto.

Este fundo foi tratado arquivisticamente tendo em conta a organização dos álbuns da família.

O fundo, estruturado e organizado em caixas desacidificadas, foi alvo de higienização e digitalização por parte do arquivo municipal, sendo algumas peças alvo de intervenções de conservação e restauro.

É composto por 48 fotografias. O acervo estende-se por um período cronológico entre 1860 a 2000.
Ocupa 2,03 GB em disco externo.

O acervo é constituído por 2 álbuns fotográficos, tendo como tema principal os apoios de praia e equipamentos, formado por uma coleção de postais, fotografias do estabelecimento Zegre Neto, das praias do lado nascente e poente de Sesimbra.

  • Secções

    SR – Álbuns fotográficos
    UI – Apoios de praia e equipamentos – álbum digital 1 (1990/1997)
    DC – Coleção de postais
    DC – Estabelecimento Zegre Neto
    DC – Lado nascente de Sesimbra
    DC – Lado poente de Sesimbra
    UI – Apoios de praia e equipamentos – álbum digital 2 (1860/1968)
    DC – Estabelecimento Zegre Neto
    DC – Lado poente de Sesimbra

Município de Sesimbra © 2015-2018 | Todos os direitos reservados