Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Arquivos Fotográficos

DCI - Coleção Divisão de Comunicação e Informação

arquivo-divisao-comunicacao

A coleção foi constituída por força do serviço de comunicação e informação da autarquia, do qual uma das funções é o acompanhamento fotográfico das iniciativas de carácter oficial da câmara municipal. Por forma a enriquecer o Arquivo Fotográfico foi criada esta coleção tendo em conta o princípio da proveniência. Esta coleção é a 2ª transferência do serviço de comunicação e informação no ano de 2000.

Actualmente a colecção é constituída por 3484 fotografias e cerca de 5000 negativos. As fotografias ocupam 2 metros lineares e os negativos 7 metros lineares. Ao nível do âmbito e conteúdo, a colecção é formada por fotografias do concelho de Sesimbra e vivência quotidiana; eventos oficiais do estado português e da autarquia; eventos desportivos e atletas; acompanhamento de obras; construção naval; actividade da lota de Sesimbra; festas religiosas e populares; etc.

A coleção está acondicionada em 52 caixas desacidificadas e a sua baliza temporal situa-se entre 1979 a 2005.

 

Coleção Intermédia da Câmara Municipal de Sesimbra (ICMS)

arquivo-coleccao-intermedia

A coleção foi constituída por força do trabalho desenvolvido pelo serviço de informação e relações públicas da autarquia, que tem a função de efectuar o acompanhamento fotográfico das iniciativas de carácter oficial. Por forma a enriquecer o Arquivo Fotográfico foi criada esta coleção tendo em conta o princípio da proveniência. Esta coleção é a 1ª transferência do serviço de informação e relações públicas no ano 2000.

A colecção é constituída por cerca de 11218 provas fotográficas e 9000 negativos, ocupando 12 metros lineares. Ao nível do âmbito e conteúdo, a colecção é formada por fotografias do concelho de Sesimbra e vivência quotidiana; eventos oficiais do estado português e da autarquia; eventos desportivos e atletas; acompanhamento de obras; construção naval; actividade da lota de Sesimbra; festas religiosas e populares; etc.

Os fotógrafos municipais à época eram: Mário João Sargedas (também realizava a produção dos filmes municipais); Rui João Rodrigues; Fernando Couto.

Esta coleção está acondicionada em 69 caixas desacidificadas e a baliza temporal situa-se entre 1979 a 2001.

 

Coleção Histórica do Município de Sesimbra (HMS)

arquivo-coleccao-historica

A coleção é constituída por 370 provas fotográficas, oriundas do fundo do museu municipal, encontrava-se dispersa em diversos edifícios municipais (na Calviteira e nas salas técnicas de reserva integradas nas instalações municipais do Largo Luís de Camões) que, após recolha, deu entrada nas instalações do Arquivo Municipal para sua salvaguarda e posterior divulgação.

Os fotógrafos municipais nesta época eram: Mário João Sargedas (também realizava a produção dos filmes municipais); Rui João Rodrigues; Fernando Couto. Uma parte desta coleção de fotografia histórica é da autoria do fotógrafo Américo Ribeiro, que fez inúmeros trabalhos para a autarquia à época.

Por forma a enriquecer o Arquivo Fotográfico foi criada esta coleção que foi recolhida antes do ano de 2001.

Esta coleção está acondicionada em 42 caixas, ocupando 7 metros lineares.

 

Coleção Espólio Denyse Gérin-Lajoie (EDGL)

arquivo-denyse-gerin-lajoie

Denyse Gérin-Lajoie, foi fotógrafa, editora e diretora da revista OVO, a mais famosa revista de arte dedicada à fotografia no Quebec. Nasceu em 19 de junho de 1929, em Montreal, morreu em 16 de maio de 2012, também em Montreal, com 82 anos. O seu trabalho foi destaque em várias exposições individuais nos Estados Unidos, Canadá e Portugal.

Denyse transformou com a ajuda de Jorge Guerra, seu parceiro de vida, uma pequena revista de Montreal chamada “Le Magazine OVO” influente publicação nos anos 1970 e 1980. A revista recebeu aclamação internacional pela forma como utilizou fotografias documentais para explorar questões sociais.

No início de 1990, Denyse Gérin-Lajoie deixou Montreal para se estabelecer em Portugal.

Este espólio fotográfico foi doado pelo marido da fotógrafa, Jorge Guerra, no ano de 2016, após o seu falecimento. As fotografias reunidas neste espólio constituem projetos fotográficos da autora, editados em livro e apresentados em exposições individuais ou coletivas.

Jorge Guerra também doou ao Centro Português de Fotografia, espécies fotográficas que se encontram inseridas dentro da Coleção Nacional de Fotografia.13Fonte de informação: https://digitarq.cpf.arquivos.pt/details?id=5183 [Consultado em 18-01-2019]

Este arquivo fotográfico ocupa 1 metro linear em depósito, estando acondicionado em 9 caixas próprias para conservar espécies fotográficas. É composto por 1334 fotografias, 153 diapositivos, 39 negativos, 9 livros, 1 bloco de apontamentos, documentação para a exposição "Sesimbra: retrato duma vila de pesca", 10 DVD’s, 2 cassetes VHS e 4 cassetes HF.

A baliza temporal situa-se entre 1993 e 2006

 

Espólio Idaleciano Cabecinha e Américo Ribeiro (EICAR)

arquivo-idaleciano-cabecinh

O arquivo fotográfico do espólio de Idaleciano Cabecinha e Américo Ribeiro foi doado à Câmara Municipal de Sesimbra em 27 de maio de 2002 pelo fotógrafo Valdemar Embaixador Covas Capítulo, natural de Sesimbra, que adquiriu os trespasses da casa fotográfica da família Cabecinha em 1975 e da casa fotográfica do fotógrafo Américo Ribeiro em 196814Fonte de informação: Informação cedida pelo fotógrafo Valdemar Embaixador Covas Capítulo, cujos acervos continham espécies fotográficas retratando temas do quotidiano da vila piscatória de Sesimbra e das suas gentes.

Idaleciano Cabecinha, natural de Setúbal, fotografou gerações de sesimbrenses, quer para as simples “fotos tipo-passe”, quer para fotografias de família na casa fotográfica da família Cabecinha que se situava na rua Dr. Peixoto Correia.

Américo Augusto Ribeiro, natural de Setúbal, registou os aspetos singulares da vila piscatória de Sesimbra, a sua vida quotidiana, os seus monumentos, as suas gentes, dando ênfase ás atividade piscatórias., A sua casa fotográfica situava-se na rua Cândido dos Reis.

Esta coleção está acondicionada em 5 caixas desacidificadas com 12858 provas fotográficas, 48 caixas com 8924 negativos fotográficos, 1 caixa com 99 negativos de vidro, 12 CD’s com 1098 provas fotográficas, ocupando 9 metros lineares em estante e 8,60 GB em disco.

Município de Sesimbra © 2015-2018 | Todos os direitos reservados