Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

A Construção Naval. Do Risco ao Barco.

15e16   primeiro encontro da cultura maritima 1 1024 2500
I Encontro Patrimónios e Cultura Marítima
dia 15

9h - Receção aos participantes
9.30h - Abertura do encontro com discurso de boas vindas por parte da Sra. Vice-Presidente da Câmara Municipal, Dra. Felícia Costa e pelo Director do Museu de Marinha, Comandante João Manuel Figueiredo de Passos Ramos.

1º Painel A arqueologia da construção naval - Moderador Andreia Conceição (CM Sesimbra)

10h - “Navios, Estaleiros e Florestas: a Reconstrução Arqueológica de uma Memória e Identidade Ibérica” - Miguel Martins, Instituto de Arqueologia e Paleociências/NOVA-FCSH
10.20h - "As naus da Carreira da Índia de três cobertas: sua construção e apresto (1600-1630)" – Alexandre Monteiro (Instituto de Arqueologia e Paleociências NOVA/FCSH)
10.40h - "A reconstrução de embarcações tradicionais na Ria Formosa - Uma abordagem etno-arqueológica". Brígida Baptista (Arqueóloga náutica e subaquática; Lais de Guia - Associação Cultural do Património Marítimo (Tavira)
11h - Debate
11.10h - Coffee Break

2º Painel Tratados de arquitetura naval - Moderador Brígida Baptista (Arqueóloga náutica e subaquática; Lais de Guia - Associação Cultural do Património Marítimo (Tavira)

11.30h - “Madeiras e “achegas” na construção naval portuguesa nos séculos XVI e XVII” - António Teixeira (UAL)
11.50h - “O Livro Primeiro de Architectura Naval de João Baptista Lavanha: cronologia e propósito” - Francisco Contente Domingues (FLUL)
12.10h - “A Propósito do Livro da Fábrica das Naus; a Evolução dos Navios Portugueses nos Séculos XV e XVI” - Comdte Rodrigues Pereira (Academia de Marinha e Academia Portuguesa da História)
12.30h - Debate
12.40h - Almoço livre

3º Painel Do risco ao barco. Construção e recuperação de embarcações tradicionais – Moderador António Teixeira (UAL)

14.30h - “Amor ao Oficio, recuperação da barca típica de Sesimbra” – Jorge Branquinho (ARGONAVIS – Rotas com história)
14.50h - “Policarpo, construtor naval sesimbrense” – Policarpo Costa de Almeida Botas (AQUAPLAS - Carpintaria Naval)
15.10h - “Muleta, construção de uma réplica” - Jaime Costa (Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos)
15.30h - Debate
15.40h Coffee Break

4º Painel Museus e a construção naval – Moderador Comdte Rodrigues Pereira (Academia de Marinha e Academia Portuguesa da História)

16h - “O papel da Marinha do Tejo no desenvolvimento das embarcações típicas do Tejo - João Romba (Marinha do Tejo)
16.20h - “A Construção e a Preservação dos Saberes na Arte da Construção Naval de Embarcações Tradicionais” - Vitor Mendes (Câmara Municipal de Moita)
16.40h - "Apontamentos sobre o estudo e a salvaguarda do património flúvio-marítimo: a construção e reparação naval em madeira no Seixal" - Adelina Gomes Domingues (Ecomuseu / Câmara Municipal do Seixal)
17h - “Algumas notas históricas sobre a construção naval tradicional em Sesimbra: Do Museu Marítimo ao Risco” - Andreia Conceição (Museu Marítimo de Sesimbra / Câmara Municipal de Sesimbra)
17.20h - Debate
17.30h - Encerramento
21.30h - Memória e Identidade - Núcleo Capela do Espírito Santo dos Mareantes

Memórias da Construção naval sesimbrense

  • Desde tempos imemoriais que a vocação marítima de Sesimbra se tem assumido como um marco incontornável para a sua história, possuindo uma costa amplamente navegada por fenícios, romanos ou muçulmanos.
    Esta intensa atividade, associada às densas florestas e matagais que rodeavam a vila, tornaram-na propícia à implantação da indústria de construção naval. Aperfeiçoada ao longo de séculos, os carpinteiros machados e calafates sesimbrenses imortalizaram esta importante arte, através da construção de caravelas, naus, barcas, aiolas, ou traineiras, dando origem a um importante legado que é parte intrínseca da nossa identidade cultural.
  • Participação livre e gratuita
dia 16

10 às 13h – Património Vivo – Visita aos estaleiros de construção naval e porto de pesca. Tendo por mote a valorização da milenar arte da construção naval, iremos visitar os dois últimos estaleiros em funcionamento, numa atividade que contará com o apoio dos carpinteiros navais sesimbrenses.

  • Ponto de Encontro: terminal dos autocarros, Sesimbra
  • Participação livre e gratuita, sujeita a inscrição obrigatória e limitada a 40 participantes.

 

  • Inscrições: até 14 de novembro
  • Informações: 21 228 85 50 932454533 museu@cm-sesimbra.pt

Inserido nas comemorações do Dia Nacional do Mar

15 e 16 Novembro 2019
AR|DestaquesConferência, Colóquio, Debate
Adicionar a calendário 2019-11-15 10:06:00 2019-11-16 10:06:00 Europe/Lisbon A Construção Naval. Do Risco ao Barco. Evento

Município de Sesimbra © 2015-2018 | Todos os direitos reservados