Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Homenagem a Ennio Morricone

Ennio morricone agenda 1 1024 2500
MÚSICA

Concerto com Yan Mikirtumov (piano) e Maria João Sousa (voz), que interpretam temas do maestro italiano, responsável pela composição e arranjo de mais de 500 filmes e programas de televisão. Era Uma Vez Na América, Era Uma Vez no Oeste, Cinema Paraíso ou A Lenda de 1900 são filmes que deram origem a algumas das suas músicas mais conhecidas.

Yan Mikirtumov

Nascido em Moscovo, Yan Mikirtumov iniciou a sua formação profissional aos cinco anos no famoso Colégio Estatal de Coro A. Sveshnikov, onde estudou ao longo de onze anos e obteve diploma com distinção na especialidade de Direção Coral.

Em 1997 finalizou com distinção o curso de Regência Coral na Academia Superior de Arte Coral em Moscovo, com a tese Género de Paixões na obra de H. Schütz.

Entre 1997 e 1998 realizou a especialização em Composição no Conservatório Superior de P.I. Tchaikovsky em Moscovo. Doutorado em Música e Musicologia pela Universidade de Évora com a tese Redução para Piano: Três especificidades, com distinção e louvor.

Entre 1991 e 1999 participou em inúmeros concertos, festivais e gravações com diversos coros, agrupamentos da Música Antiga e orquestras na Alemanha, França, Suíça, Suécia, Itália, Polónia, Finlândia, Ucrânia, Noruega, Japão, EUA e Rússia como cantor, pianista e maestro de Coro. Escreveu a música para diversos projetos teatrais, cinematográficos e publicidade.

Desde 1999 reside em Portugal onde começou a sua carreira como professor. Tem lecionado disciplinas Coro, Canto, Formação Musical, Música da Câmara, Piano, Acompanhamento, Direção em várias escolas do Pais. Realiza frequentemente cursos, masterclasses e workshops de Leitura à Primeira Vista e Direção.
Em 2001-2003 ocupou o cargo do Maestro do Coro dos Pequenos Cantores de Academia Amadores de Música. Fundador de Coro Juvenil e Coro Feminino do Conservatório de Música de Albufeira, com os quais fez digressões na França, Alemanha, Grécia, Áustria e Espanha; entre 2005-2011 ocupou o cargo do Maestro do Coro Brisa, com qual ganhou 3.º prémio no Concurso Internacional de Coros em Bratislava (Eslováquia). Presidente (2012) e membro do júri (2010, 2014, 2019) da Competição Internacional de Coros em Freamunde. Desde 2009 é maestro do Coro de Departamento de Música de Universidade de Évora e desde 2017 é maestro de Orquestra de Sopros da mesma Universidade.

Gravou, editou e participou em mais de 50 CD´s, incluindo etiquetas Melodia, Dargil, Universal, bem como para Radio e Televisão Estatal da Rússia, NDR (Alemanha) e Antena2.

Regularmente colabora com diversas entidades no panorama musical português como Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra do Algarve, Eborae Música, Orquestra da Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Gulbenkian, Orquestra da Casa da Música, Orquestra Clássica de Madeira, Sinfonieta Kriola, CCB, Concurso de Interpretação do Estoril, Antena 2 entre outras.

Realizou diversas encomendas de arranjos e composições para as orquestras, grupos de música da câmara e solistas em Portugal, Espanha, Finlândia, Roménia e Rússia. Participou em diversos projetos em Cabo-Verde e Angola, com destaque para concerto de Tito Paris com Orquestra Metropolitana de Lisboa realizado em salinas de Pedra de Lume (2009) e projeto “Sons de Setembro” com orquestra clássica ao vivo pela primeira vez em Luanda (2011).

Algumas das suas obras foram editadas pelas editoras Copy-us (Alemanha), Ricordi (Itália), AvA Edition (Portugal).
É regularmente convidado para acompanhar instrumentistas e cantores. Atualmente é Diretor Pedagógico da Academia Nacional Superior de Orquestra e professor na Universidade de Évora.

Maria João Sousa

Natural de Lisboa, iniciou os seus estudos musicais aos 5 anos na FMAC, onde estudou violino durante 13 anos e com 18 anos, começou a estudar canto com Liliana Bizineche.

É licenciada em Canto pela Academia Nacional Superior de Orquestra e em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa onde frequentou a licenciatura de Filosofia. Estudou com o barítono Marcel Boone na Suíça e fez cursos de aperfeiçoamento com Teresa Berganza, Lella Cuberli, Ileana Cotrubas, Loh Sew-Tuan, Sarah Walker, Graham Johnson, Yvonne Minton, entre outros.

Tem-se apresentado como cantora de recital por todo o país, destacando o CCB, Assembleia da Republica, Biblioteca Nacional de Portugal, Teatro S. Luis, Mosteiro dos Jerónimos, Aeroporto de Lisboa, Casa Mateus em Vila Real, Palácio dos Marqueses da Fronteira e Alorna, Palácio Foz, entre tantos outros locais. Cantou nas provas de Doutoramento dos colegas Yan Mikirtoumov, Edoardo Sbaffi e Marcos Santos na Universidade de Évora entre 2011 e 2014.

Realizou dois recitais em Inglaterra em julho de 2014, bem como vários concertos transmitidos em direto para a Antena 2 e apresentou-se em concerto na Noruega com a Orquestra Sinfónica de Kristiansand e em Lisboa com a Orquestra Metropolitana de Lisboa.

Como cantora de ópera, estreou-se em 2004 em La Serva Padrona de Pergolesi, foi Zerlina na ópera Don Giovanni de Mozart, na Noruega e Elisa em Il Re Pastore de Mozart.

No Teatro Nacional de São Carlos estreou-se em 2008 no papel protagonista Lucy em The Telephone, de Menotti, foi Escrava em Salomé de Strauss e em 2010 interpretou o papel protagonista Niobe na estreia mundial da versão cénica de Hybris de Adriana Hölszky.

 

  • Entrada é gratuita, mediante a lotação do espaço.
19 Setembro 2020
Horário:

Sábado, às 22h

Local:
Igreja de Nossa Senhora da Consolação do Castelo, Sesimbra
AR|DestaquesAR|MúsicaMúsica
Adicionar a calendário 2020-09-19 22:00:00 2020-09-19 22:00:00 Europe/Lisbon Homenagem a Ennio Morricone Igreja de Nossa Senhora da Consolação do Castelo, Sesimbra

Município de Sesimbra © 2015-2020 | Todos os direitos reservados